Recicla

10 trilhos para descobrir Portugal a pé e usufruir da Natureza

As caminhadas estão na moda, fazem bem à saúde e permitem desfrutar paisagens privilegiadas a que é impossível ficar indiferente. Que mais se pode pedir? Aproveite o verão e as férias para descobrir, a pé, o que de melhor a Natureza oferece no nosso país. Venha daí!

1. ESTAÇÃO DA BIODIVERSIDADE DO PARQUE DA PAZ
Este é um dos mais recentes percursos pedestres do país. Fica em Almada e tem 2 km de extensão durante os quais pode encontrar informações relativas às aves, anfíbios, mamíferos, répteis, flores, plantas e insetos que ali se encontram. É a segunda EBIO a ser criada na Área Metropolitana de Lisboa e uma das poucas instaladas em contexto urbano.

Parque da Paz, Almada

2. CAMINHADA DE LUA CHEIA EM ÓBIDOS
A Green Trekker, entidade promotora de caminhadas, existe para partilhar com todos a paixão pela Natureza e pelas experiências que ela proporciona. No dia 15 de agosto, com ponto de encontro no Posto de Turismo de Óbidos, às 19h30, vai realizar-se uma caminhada em noite de Lua Cheia. Uma boa oportunidade para se deixar deslumbrar pelas vistas fantásticas ao longo de todo o percurso, com destaque para o miradouro do Jogo da Bola. Convém levar um agasalho e lanterna.

Vila de Óbidos

3. PASSADIÇOS DE AVEIRO
Quem for até Aveiro não pode, de forma alguma, deixar de visitar a sua Ria e a beleza paisagística que a acompanha. Durante 7,5 km existe um percurso, os famosos Passadiços de Aveiro, durante o qual se tem uma vista privilegiada da fauna e flora locais. As bicicletas são permitidas.

4. PASSADIÇOS DO PAIVA
Desfrute a natureza no seu estado puro e refresque-se nas águas límpidas do rio Paiva; observe a biodiversidade do local com espécies em vias de extinção na Europa; deslumbre-se com cinco geossítios do Arouca Geopark durante o percurso e, finalmente, faça uma viagem ao passado, com mais de mil anos de história. O percurso, em madeira, tem, no total, 8 km.

Passadiços do Paiva

5. TRILHO DOS PESCADORES (ROTA VICENTINA)
Este é um percurso com alguma dificuldade que só pode mesmo ser feito a pé e não está recomendado a pessoas com medo de alturas. Falamos de um trilho sempre junto ao mar, seguindo os caminhos usados pelos locais para o acesso às praias. Estende-se ao longo das falésias e inclui um total de cinco etapas e quatro circuitos complementares, num total de 125 km. Escolha o seu.

Trilho dos Pescadores

6. TRILHO DAS FURNAS
Este percurso tem início e fim na Freguesia das Furnas, na ilha de São Miguel (Açores). O seu trajeto é fácil, com uma extensão de cerca de 9,5 km e duração aproximada de 3h. Começa nas Três Bicas e passa por dentro da localidade até à Lagoa das Furnas. Depois segue-se em caminho de terra batida mas fácil, em direção à Ermida Nossa Senhora das Vitórias.

7. VEREDA DO PICO RUIVO
Um trilho de 2,8 Km, com duração de hora e meia e dificuldade média, que permite aceder ao cume mais alto da Madeira, o Pico Ruivo. O percurso sobe ao longo do “lombo”, que separa as encostas do Faial das de Santana. Ao longo da subida são encontrados vários abrigos, pois aqui a variação climática é brusca, sendo frequente a área ficar mergulhada num mar de nuvens ou acima delas.

8. TRILHO DA SERRA DO RISCO
Parte integrante da cordilheira que inclui a serra da Arrábida, a serra do Risco acaba abruptamente sobre o mar, do alto dos seus trezentos metros. Este percurso começa na povoação de Pedreiras, cujo nome deriva da proximidade de uma exploração de calcário. Com 8 km e uma duração de cerca de duas horas e meia, o seu grau de dificuldade é médio.

Serra do Risco

9. TRILHO DA PENINHA E ANTA ADRENUNES
Percurso pedestre circular, com início e fim no parque de estacionamento do Convento dos Capuchos. Com dificuldade moderada, tem pouco mais de 13 km de extensão. Os seus principais pontos de interesse são a Anta Adrenunes, a capea da Peninha e o Alto da Memória. A maior parte do trilho é feita por estrada de terra batida, mas existem alguns pequenos troços mais exigentes.

10. TRILHO DAS FISGAS DE ERMELO
Um bonito circuito de quase 13 km, bastante acessível até para crianças, que atravessa uma série de paisagens verdadeiramente surpreendentes. Durante este passeio é possível conhecer belezas da serra do Alvão, especialmente a mais emblemática de todas, as Quedas de Água de Fisgas de Ermelo. A aldeia de Ermelo, onde tem início o trilho, é facilmente acessível a partir da vila de Mondim de Basto.

Trilho das Figas de Ermelo