Recicla

Ano novo com uma dieta 2em1

Agora que as festas terminaram e que os doces tradicionais já não fazem parte das refeições, é hora de voltar aos pratos habituais. Mas, se está a pensar começar o ano com uma dieta ou algumas alterações à sua alimentação, deixamos-lhe sugestões a adotar e dois livros que podem ajudar nessa caminhada.

Tornar a alimentação mais saudável pode ser benéfico não só para a saúde como para o planeta. Uma dieta sustentável implica ter atenção ao desperdício, assim como à pegada ambiental que a produção de determinados alimentos implica.

Assim, deixamos-lhe algumas ideias de como ter uma alimentação mais sustentável:

Flexitarianismo
Ter uma alimentação flexitariana significa reduzir no consumo de carne e peixe sem o eliminar por completo. Esta opção tem tanto de saudável como de sustentável, pois permite manter um equilíbrio nutritivo, ao mesmo tempo que ajuda a reduzir no consumo de carne e peixe, cujo tratamento e captura tantas marcas deixam no planeta.

Veganismo
O veganismo é, mais do que um estilo de alimentação, uma forma de viver sem consumir qualquer tipo de produtos com origem animal. No que diz respeito à dieta, quem opta por este regime pretende também ajudar no combate à emissão de gases poluentes associada à atividade de criação e abate de animais para consumo.

Consumir apenas o que é da época
Sabe qual é o tipo de peixe que pode ser consumido de forma sustentável? Há selos e informações de pescado que lhe permitem confirmar se a sua compra é ou não a mais acertada. O mesmo acontece com a fruta que se consome fora de época e que, para tal acontecer, tem de ser importada e transportada de avião. Ao escolher comprar local e da época está a fazer uma compra mais amiga do ambiente.

Mesmo que não queira propriamente mudar o seu regime alimentar, é sempre útil saber mais sobre as boas práticas para uma alimentação mais saudável e ao mesmo tempo mais sustentável.

Por exemplo, no livro “Saudável e Sem Desperdício”, a autora, Sara Oliveira, pretende ajudar a reduzir a quantidade de lixo na cozinha, mas também a armazenar e preservar os alimentos e a fazer compras mais conscientes.

Em “Desafio Zero”, o livro de Eunice Maia, a fundadora da primeira loja de desperdício zero e mercearia biológica a granel em Portugal, há um guia prático com estratégias e dicas para reduzir o desperdício em diversas situações, incluindo eventos e festas.

Boas leituras e, sobretudo, boas práticas. O ano está a começar, pelo que é uma boa altura para pensar mais no ambiente.