Recicla

Azulejos a mais? Soluções sustentáveis aqui!

Agora que uma boa parte de nós volta a passar mais tempo em casa, que melhor altura para mudar uma coisa aqui e outra ali, para tirar o máximo partido do lar? Se é o seu caso, faça-o, mas de forma sustentável. Não deixe que as sobras de materiais sejam uma pedra no seu sapato.

E, por falar em pedra, deixamos-lhe algumas dicas do que fazer com sobras de azulejos.

Azulejos inteiros

Se tiver azulejos inteiros, quadrados ou hexagonais, pode transformá-los em bases de copos. Para isso, o ideal é forrar a parte de baixo com cortiça, recorrendo, por exemplo a um reaproveitamento de rolhas de garrafas, ou a placas de cortiça, cortadas à medida.

Com este tipo de azulejos pode também criar pequenos vasos para plantas. Vai precisar de quatro peças, coladas de forma a formarem um cubo, mas sem duas faces (a base e o topo, digamos assim). Para colocar a terra, o ideal é ter um pedaço de plástico ou de outro material que permita escoar o excesso de água. Se tiver um garrafão de plástico, recicle 2/3 e aproveite o fundo ou o topo para a sua nova planta.

Outra hipótese ainda é criar um porta-guardanapos. Com um azulejo como base e dois, na vertical, a fazer de suporte. Para criar uma estrutura mais resistente, o ideal é colar no centro da base um pequeno pedaço de madeira, de forma a fixar as peças à base e à madeira.

Azulejos partidos ou fragmentados

Com apenas pedaços pequenos de azulejos é possível redecorar uma panóplia de objetos que tem em casa.

Para criar os seus padrões e unir todos os pequenos fragmentos de cerâmica terá de utilizar alguma argamassa de enchimento.

Por exemplo, transforme um antigo tabuleiro de madeira, num totalmente renovado. Barre a argamassa no fundo, posicione as peças ao seu gosto e deixe secar. Algumas horas depois, confira se necessita de mais enchimento, acrescente e, por fim, limpe as peças com um pano húmido ou uma esponja.

Imagem cedida pelo blog “Evija with Love

O mesmo processo pode ser utilizado para redecorar vasos, rebordos de espelhos ou outros objetos a que queira dar nova vida.

Vá por nós, reaproveite e recicle sempre. Os seus objetos antigos podem ganhar nova vida sem terem de acabar no lixo, basta um pouco de imaginação.