Recicla

Boa-Bao: viagem ao continente asiático em sintonia com o planeta

Inspirar para a mudança. As boas práticas ambientais do Boa-Bao querem não apenas diminuir o impacto ambiental mas também inspirar os comensais a seguir o exemplo

Do Porto para o Oriente, este restaurante faz uma longa viagem à volta do globo para apresentar a rica gastronomia asiática. Mas, porque um percurso tão longo traz também uma substancial pegada ecológica, preocupa-se em minimizá-la com vários pequenos gestos que se revelam um grande contributo.

Um cuidado patente desde o início do projeto: para criar a atmosfera do espaço, que proporciona uma viagem à Ásia, recriando uma cantina de Saigão nos anos 1920, foram utilizados diversos materiais e objetos antigos — como portas e janelas, móveis, metais de antigos balcões, rádios e televisões antigas — que ganham nova vida nas várias salas do restaurante.

O mesmo acontece com as garrafas de vinho vazias, reaproveitadas para preparações no serviço de bar, enquanto as de água tónica se utilizam para servir “soft drinks” como sumos e limonadas.  No que respeita aos consumíveis, todo o plástico foi substituído por outros materiais, como no caso das palhinhas, que são de trigo, agave ou de massa (tipo esparguete largo).

O reaproveitamento é também evidente no que respeita aos ingredientes. De modo a evitar ao máximo o desperdício, todos os restos de frutas são transformados em caldas, xaropes e até mesmo fermentados. As cascas e polpas dão origem a uma fermentação com base de água e açúcar que se adiciona a cocktails ou a uma bebida. Os restos de fruta sem pele são ainda adicionados a caldas para aromatizar os chás servidos na casa.

É também no restaurante do Porto (há outros dois, em Lisboa e em Barcelona) que se encontra uma pequena horta biológica de pequenos vegetais e ervas aromáticas, elaborada em a colaboração com a empresa Noocity, para reduzir a compra a outros produtores e o transporte associado. No caso dos ingredientes típicos da Ásia, o restaurante está a desenvolver o cultivo local de um dos ingredientes que é a base de muitas receitas — o manjericão Thai — com um produtor local, de modo a forma a evitar a sua importação. Porque aqui as viagens fazem-se à mesa.

Rua da Picaria, 61-65, Porto. Tel. 910043030