Recicla

Coma o gelado, mas guarde o pauzinho

Verão é tempo de gelados e, quer escolha sabor a fruta ou de chocolate, a maior parte das vezes sobra o pauzinho de madeira que os suporta. E o que faz com ele?

O mais provável é que os deite no lixo. É verdade que não entram no circuito de reciclagem, pois não são embalagens, mas isso não significa que não os possa reaproveitar.
Temos algumas ideias que o vão deixar com vontade de os colecionar. É que destes suportes de gelado pode criar marcadores de livros, molduras e até um tripé para o telemóvel. Veja como:

  • De uma forma rápida e divertida pode criar pequenas molduras com quatro pauzinhos de gelado. Basta uni-los pelas pontas, criando um quadrado, pintar, adornar com outros materiais, como missangas ou pedras, e colocar uma fotografia por trás. Se preferir, pode juntar ainda mais dois destes paus de madeira num dos lados, criando um triângulo por cima da moldura, para, assim, ser mais fácil pendurá-la na parede.
  • Outra opção para dar uma vida mais prolongada ao suporte do seu gelado é transformá-lo num marcador de livros. Para isso, irá precisar de fazer um pequeno furo numa das pontas e passar por aí um pedaço de têxtil, que funciona como uma fita. Por fim, não se esqueça de lhe dar cor.
  • Com apenas cinco pauzinhos e alguma cola consegue fazer um suporte para telemóveis. Comece por pintar os materiais da cor que pretende. De seguida, sobreponha um ao outro, numa das pontas, e cole. Aplique cola em ambos, um pouco abaixo do meio, e fixe um terceiro pauzinho perpendicular aos restantes, ficando com uma estrutura semelhante a um “A”. O próximo passo é juntar um segundo elemento a este colocado na horizontal, de maneira a criar uma espécie de prateleira, onde posteriormente irá assentar o equipamento. Fica a faltar o contrapeso da estrutura. Para o criar, terá de partir a ponta de um pau de gelado, colá-la às outras duas pontas unidas, mas do lado oposto à prateleira, e de seguida juntar o restante elemento ao topo, criando um tripé.

O que é importante é que estes suportes de gelados não fiquem esquecidos no areal na praia, nem sejam deixados pelo chão. O melhor é dar-lhes nova vida, tornando esta estação do ano mais verde. Afinal, reciclar faz parte do verão e parte da solução.