Recicla

Dê música às embalagens e ritmo à decoração

Hoje é 1 de outubro, o que significa que também é Dia Internacional da Música. Por isso, para que nunca lhe falte o ritmo, sugerimos-lhe criar novos sons com materiais e embalagens, assim como reaproveitar antigos instrumentos para a decoração da casa.

Sopro, precursão e até cordas. É possível criar vários instrumentos musicais recorrendo a embalagens que já cumpriram o seu propósito inicial.

Por exemplo, para fazer uma flauta de Pã, se ainda tiver palhinhas de plástico por casa, basta juntar oito, uni-las com cola ou fita-cola e recortar de forma decrescente nos seguintes comprimentos: 18, 16, 14, 13, 12, 10, 9,5 e 9 centímetros. Por fim, só precisa de soprar e começar a criar sons.

Se preferir percussão, pode usar duas embalagens de iogurtes sólidos para fazer uma maraca. Basta colocar areia ou pedrinhas pequenas dentro de um dos copos e colar o segundo de forma a fechar o conteúdo no interior. Acrescente-lhe cor e agite.

Também é possível transformar uma caixa de cereais e um tubo de rolo de cozinha numa viola. Para isso, comece por cortar um buraco circular na parte superior da caixa, por onde vai passar um terço do tubo. A seguir, fixe ambos os materiais, recorrendo a fita adesiva, por exemplo. Depois, é preciso recortar um círculo amplo no centro da caixa. Na outra extremidade do futuro braço da viola deve fazer pequenos cortes verticais onde se irão encaixar os seis elásticos de arquivo, que serão as cordas. Englobe toda a estrutura nos elásticos. Para que não fujam, fixe-os com fita adesiva no fundo da caixa de cereais e a viola estará pronta a usar.

Quando terminar, se estes instrumentos já não forem úteis, procure reciclar todos os materiais possíveis.

Por outro lado, se tiver algum instrumento que esteja danificado ou já não use, não o coloque no lixo, dê, antes, um novo visual à sua casa. 

Se já não toca guitarra, por exemplo, está na altura de a transformar num pequeno móvel. Para isso, vai precisar de cortar o tampo. No interior coloque e fixe pequenas prateleiras niveladas conforme o que pretender lá colocar – livros, CD, pequenos vasos com flores, por exemplo.

Mas se tiver uma bateria desafinada a ocupar espaço, fazer com as diferentes peças um ou vários candeeiros – como se fossem abajours, bastando que já tenha o fio elétrico e a lâmpada – é uma das muitas hipóteses. Mas há mais: tanto o bombo como as restantes caixas podem facilmente transformar-se em mesas de apoio, acrescentando-lhes um tampo de madeira, ou ser convertidas em vasos para plantas, ou até ganhar nova vida como repousa-pés, com uma almofada sobre um dos lados.

Inspire-se e dê música à sua vida, mesmo que seja simbolicamente. Sabendo que, ao mesmo tempo, está a pôr mãos à obra pelo ambiente.