Recicla

E deste café brotam cogumelos

Natan Jacquemin é belga, mas é em Portugal que quer pôr a economia a circular. Descobriu que das borras do café se pode fazer crescer cogumelos

A ideia deste belga de 24 anos era vir a Portugal fazer um mestrado em Gestão. Mas não demorou muito a perceber que uma vida feita só de números não era para si e procurou alternativas.

Natan Jacquemin decidiu criar o seu próprio negócio assim que percebeu que conseguia pôr cogumelos a crescer a partir de borras de café. Além desta vertente de reaproveitamento alimentar, há ainda a questão da economia circular. É que Natan aproveita as borras de café que os comerciantes deitam para o lixo para produzir cogumelos boletus e depois volta a vendê-los às mesmas pessoas que lhe guardam os desperdícios.

Para pôr a NÃM a mexer, Natan começou por percorrer Lisboa a recolher as borras de café, que depois acondiciona nos recipientes que criou e que imitam o mais possível o ambiente natural de crescimento dos cogumelos.

Este ano, em maio, o seu projeto ganhou um impulso quando a Delta fez com Natan uma parceria na qual se oferece para recolher as borras junto dos seus clientes através de recipientes próprios.

“Precisamos de novos modelos de negócios capazes de aliar impacto social e sustentabilidade financeira”, explica Natan, na apresentação do seu projeto. E como a ideia deste empreendedor é, mais do que fazer negócio, tornar o mundo um sítio melhor, decidiu expandir o impacto da NÃM ao oferecer kits de cultivo doméstico e organiza também oficinas para aumentar a consciência da população para este tipo de reaproveitamento. “É um modelo de negócio simples, mas muito poderoso, porque o desperdício é inexistente e os recursos são obtidos localmente a partir daquilo que as pessoas consideram como desperdício”, acrescenta. E lembra alguns números que ajudam a repensar a forma como tratamos o desperdício alimentar: só em Lisboa, consome-se cerca de 10 a 15 mil toneladas de café por ano. Por isso, e quando o negócio estiver no auge, Natan espera produzir entre 100 e 200 quilos de cogumelos por mês.