Recicla

Guia essencial para umas férias sustentáveis

No verão já não se pensa noutra coisa. As férias chegam finalmente e agora a única preocupação é escolher entre praia e campo. Ou entre passar uns dias a caminhar pelas montanhas ou uma semana de descanso num hotel de luxo. Seja qual for a escolha, siga as nossas dicas e leve sempre a sustentabilidade na mala

Se prefere acampar
É a melhor forma de estar em contacto com a natureza, mas também por isso o cuidado tem que ser redobrado. O melhor é optar sempre por parques de campismo, uma vez que estão preparados para receber este tipo de atividade. O acampamento selvagem, apesar de tentador, leva a invadir propriedade natural. Ainda assim, e seja qual for a opção, o importante é deixar o local igual (ou melhor) do que encontrou. Para isso, junte todos os resíduos produzidos e deite-os no ecoponto do parque. Se não houver, leve consigo e deposite-os assim que encontrar um local adequado.

Se é mais de campo
Se é um amante do verde, pode sempre optar pelo turismo rural e pelas praias fluviais do interior do país. Há cada vez mais espaços com preocupações ambientais prontos a recebê-lo. É o caso do Chão do Rio, a 12 km da Serra da Estrela, que tem uma piscina biológica e incentiva os hóspedes a conhecer a zona a pé ou nas bicicletas que disponibilizam gratuitamente.
Mas seja qual for o tipo de alojamento ou da zona do país, tenha em mente o cuidado redobrado com os incêndios florestais. Não deite beatas para o chão, não faça fogueiras e deixe os churrascos para dias mais frescos. Um terreno limpo de mato e de lixo é essencial para que se mantenha intacto. Vá sempre prevenido com sacos onde possa depositar os resíduos. Ainda que haja contentores em determinados locais, há que ter em conta que, nas zonas mais isoladas, a recolha pode ser esporádica.

Se a praia é para si irresistível
Saiba que um dia de praia pode ter praticamente zero impacto ambiental. Logo a começar pela forma como lá se chega. Para quê levar mais um carro para as filas intermináveis ao fim do dia? Opte por partilhar boleias com amigos, ir de transportes públicos ou, se possível, de bicicleta.
Já com os pés na areia, ter a certeza que na mochila levou o chapéu e o protetor solar, mas também um saco para reunir os resíduos que produz naquele dia. Para o trabalho ser completo, aproveite e leve também os resíduos que encontrar na areia, no caminho até ao ecoponto.

Se gosta de fazer caminhadas
Não há forma de deslocação mais amiga do ambiente do que andar a pé. Só aí, pontos para si. Para tornar a experiência ainda mais sustentável, nada como seguir a velha máxima que diz que “na natureza deixamos apenas pegadas e tiramos só fotografias”. Para ajudar a tornar reais estas palavras, nada como seguir os trilhos marcados, deixando em paz a natureza mais selvagem. Além disso, na mochila leve sempre um saco para guardar resíduos, não só os seus mas também aqueles que encontra pelo caminho. No final, vai tudo para o ecoponto.

Se fica alojado num resort
Até o luxo agora pode ser sustentável. Todos os alojamentos, e também os de cinco estrelas, têm uma preocupação acrescida com o ambiente. É o caso do Sublime Comporta, por exemplo, que usa painéis solares, recicla todos os resíduos e faz compostagem de todos os resíduos orgânicos. Também o grupo Pestana luta para reduzir em 50% o plástico não reutilizável até 2020. Além disso, nos hotéis e resorts, apostam na reciclagem e no consumo controlado de água e optam por plantar espécies autóctones.

Seja qual for a sua opção, boas férias de braço dado com o ambiente!