Recicla

O que fazer às embalagens típicas do verão

Protetor, cremes e sumos frescos… tudo isto cabe na mochila ou na mala de viagem. Depois de acabarem, o que fazer com elas? Nós explicamos

Chegou o verão e com ele novas rotinas. Seja nas férias, num fim de semana ou até num dia de semana mais folgado, a ida à praia ou um passeio no campo são uma garantia. Na mochila vai o protetor e o fato de banho, mas também uma série de embalagens típicas desta época. Falamos do protetor solar, dos cremes para o cabelo, mas também dos sumos frescos e da comida de take away. Saiba que fim dar a estas embalagens, para que o verão seja passado em grande, mas com uma pequena pegada ecológica.

1. Cremes
As embalagens de aerossóis, como os protetores solares de corpo e cabelo em spray, desde que vazios devem ser deitados no ecoponto amarelo. O mesmo acontece com as embalagens de plástico de protetor solar ou o after sun que, assim que acabarem, podem ser reciclados.

2. Bebidas
O calor pede água fresca, sumos de fruta e, porque não, uma cerveja gelada. Seja qual for o caso, saiba que já são muitos os cafés, principalmente os de praia, que não estranham – e até incentivam – que traga o seu copo reutilizável para encher. Se não tiver nenhum consigo, saiba que as garrafas de vidro ou as de plástico, são colocadas no ecoponto verde e ecoponto amarelo respetivamente. E se tiverem palhinhas, das duas uma: ou as rejeita ou as coloca no lixo indiferenciado.

3. Comida
A comida no verão quer-se mais leve e são até muitas as vezes em que a vontade de cozinhar não é muita e optamos pelo take-away. O ideal quando se vai buscar comida ao restaurante para levar para comer em casa é levar consigo o seu próprio recipiente. A maioria dos espaços está aberto a esta reutilização de embalagens. Se só estiverem disponíveis embalagens de plástico ou tabuleiros de alumínio, dê-lhes um fim digno, depositando-as no ecoponto amarelo. Mas atenção: nem todas as embalagens de comida podem ser recicladas, é o caso das caixas de cartão onde são entregues as pizzas e que já tenham vestígios de gordura. Neste caso, o destino é o contentor dos indiferenciados.

Se a ideia for levar comida consigo para a praia ou para uma caminhada, opte por levar os seus próprios recipientes, talheres e, porque não, um guardanapo de pano. Desta forma, o impacto ambiental é zero e fica com espaço na mochila para recolher os resíduos que encontra no chão.