Recicla

Pedras Salgadas Spa & Nature Park: retribuir à natureza o que ela oferece

O equilíbrio entre o homem e a natureza tem sido a razão de ser de Pedras Salgadas, que se organiza em 20 hectares de floresta, com uma oferta única de alojamento e lazer

A envolvência exuberante e bucólica do Parque de Pedras Salgadas, no concelho transmontano de Vila Pouca de Aguiar, serviu de azimute à essência da vertente de alojamento, aproveitando, em cada detalhe, o melhor que a natureza dá. Os diversos equipamentos foram enquadrados de forma orgânica na paisagem, dos alojamentos à piscina, passando pelo campo de golfe.

A Natureza foi generosa com este território. À abundante floresta centenária, onde sobejam espécies como salgueiros, magnólias, nogueiras, plátanos, pinheiros, castanheiros, abetos, choupos, freixos, faias, tílias, entre tantas outras que apetece contemplar demoradamente, acrescenta-se uma nascente de água medicinal que brota da terra e que deu origem à mais famosa água mineral, natural e gasocarbónica do país. Captada diretamente da fonte, conserva o seu gás 100% natural e a composição única, a que, desde o século XIX, se atribuem propriedades curativas.

“Aqui toda a energia emanada pela natureza permanece intacta”, garantem os responsáveis pelo Pedras Salgadas Spa & Nature Park. E assim é desde a origem. Quando o balneário termal aqui foi edificado, em 1879, depois de internacionalmente reconhecidas as propriedades da sua água, ainda não se falava de sustentabilidade. Mas, o edifício enquadra-se na perfeição na paisagem. O mesmo acontece desde que começaram a construir-se as 11 modernas Eco Houses, inseridas no terreno sem que isso afetasse uma única árvore. Hoje garantem muito conforto no interior e uma relação com a envolvente tão próxima quanto possível, num cenário de tranquilidade absoluta. Já as mais recentes Tree Houses — construções com materiais endógenos, como ardósia e madeira, que ajudam a fomentar a integração na paisagem e conferem invisibilidade a estas casas arquitetónicas — recriam as idílicas casas na árvore, elevando a experiência de lazer.

Além do respeito pelo meio envolvente expresso na construção dos alojamentos, diversas políticas fazem deste um projeto sustentável, como a não impermeabilização do solo, o reaproveitamento de águas negras, a iluminação LED, os revestimentos e isolamentos reforçados que, juntamente com tantas árvores a oferecerem oxigénio à atmosfera, reduzem a pegada de carbono deixada pelo “resort”.

Mas não é apenas com a natureza envolvente que se liga este projeto sustentável, preocupado também com o equilíbrio e o bem-estar social. A história, bem patente na estância termal, e a cultura locais são preservadas e valoriza-se a relação com a comunidade local.

Num enquadramento de sonho como o que Pedras Salgadas concede, não basta aproveitar o que a natureza oferece — é preciso retribuir. Com essa intenção, nasceu o projeto “Dar de Volta”, que convida todos os visitantes a retribuírem os bens raros que a Natureza proporciona, instigando a “Dar de Volta Ideias”, através de propostas de ações ambientais; “Dar de Volta Tempo”, participando em atividades de voluntariado desenvolvidas por Pedras; e “Dar de Volta Apoios”, contribuindo para iniciativas de conservação da Natureza promovidas por associações parceiras.

Parque Pedras Salgadas, Pedras Salgadas, Vila Pouca de Aguiar. Tel.: 259437140

Subscrever Newsletter