Recicla

Percorrer o mundo… no sofá

Durante as próximas semanas, vai ter de pôr em pausa as viagens que tinha idealizado. No entanto, pode percorrer o mundo sem sair do sofá. Aproveite os dias em casa para planear, com tempo, as férias de sonho que vai fazer assim que o isolamento acabar.

Sabemos que conhecer uma nova cultura é bastante enriquecedor. Aliar a sustentabilidade a esse facto é o melhor dos dois mundos. Assim sendo, sugerimos-lhe os seis países mais verdes do mundo, segundo o estudo Good Country Index, realizado pela revista Science.

  • Noruega: Este país é um autêntico herói verde, porque grande parte das medidas que implementa têm como objetivo a preservação do ambiente. Basta dizer, por exemplo, que é líder na adoção de carros elétricos. A Noruega é conhecida pelas suas paisagens, por isso sugerimos-lhe que passeie pelas vastas florestas, sem esquecer os fiordes, para que a meio do percurso seja surpreendido pelas auroras boreais. Se planear visitar Oslo, a capital, aproveite para conhecer o Parque Vigeland, a Fortaleza de Akershus e o Palácio Real de Oslo. Leve calçado confortável porque serão umas férias onde vai andar muito.
  • Suíça: Os Alpes Suíços são o cartão de visita deste país, que ocupa a segunda posição dos mais verdes em todo o mundo. Além disso, possui imensos lagos, vilas e montanhas que pode conhecer através de uma bela caminhada, respirando ar puro. No entanto, se planear uma viagem mais curta e ficar apenas por Zurique aconselhamos-lhe que visite a Catedral Grossmunster, a Igreja de Fraumunster e que passeie pela Bahnofstrasse, o paraíso dos souvenirs de férias.
  • Portugal: Como sabe, Lisboa é Capital Verde para este ano. O nosso país está repleto de paisagens únicas, desde campos de vinhas, a praias incríveis e a parques naturais. Já aqui lhe demos a conhecer vários passeios que pode fazer de norte a sul do país, bem como alguns jardins pelos quais se pode perder. E vale sempre a pena (re)descobrir Lisboa: enquanto está em casa, vá fazendo planos para uma escapadinha quando estes dias passarem. Há quanto tempo não visita a Torre de Belém, o Palácio da Pena, em plena Serra de Sintra, ou sobe pelas colinas da cidade até ao Castelo de São Jorge? Nunca como agora, fez mais sentido “ir para fora cá dentro”.
  • Eslovénia: Provavelmente, nunca se lembrou de colocar a Eslovénia na lista dos países que tem vontade de conhecer. No entanto, vale a pena, desde logo pelas paisagens incríveis que tem para oferecer. A poucos quilómetros da capital, Liubliana, vai sentir que entrou noutro país, repleto de lagos, montanhas, cascatas e nascentes. Pode aproveitar para fazer canoagem no Lago Bled, um dos mais conhecidos. Visite também a Caverna de Postojna e o castelo da cidade, no meio dos bosques.
  • Chipre: Se depois da quarentena quiser visitar um destino de praia menos óbvio, propomos que faça sobre uma pesquisa sobre o Chipre. Reza a lenda que foi aqui que nasceu Afrodite, a deusa do amor e da beleza, pelo que é fácil perceber que esta ilha tem muito para oferecer: areais extensos, rodeados de escarpas e montanhas e muitas paisagens intocadas no interior. Além disso, na capital, Nicósia, há muito para descobrir: passeie pelas ruas da Ledra para fazer compras, visite o Cyprus Museum para conhecer um pouco mais da história do país e aproveite para caminhar pela Büyük Han e contemplar a arquitetura da cidade.
  • Finlândia: A Finlândia ocupa o sexto lugar nos países mais verdes do mundo. Além das medidas que implementa no sentido de preservar o ambiente, tem lugares que parecem cenários de cinema. Exemplo disso é a Fortaleza de Soumelinna, situada a alguns quilómetros de Helsínquia. Na capital, não deixe de visitar a Catedral de Helsínquia, a Market Square, para ficar a conhecer produtos regionais, e a Praça do Senado.

Por agora, as viagens são em casa, mas em breve poderá voltar a dizer “aqui vou eu”. Até lá, faça planos.