Recicla

Vanda Miranda: “Em casa chamam-me a nazi da separação do lixo”

Reutilizar e reciclar são duas palavras que fazem parte do dia a dia de Vanda Miranda, locutora das manhãs da M80 e cujo Lado A dá a conhecer hoje, Dia da Rádio.

Além de animar as manhãs na M80, dedica-se também à bricolagem. Qual foi o maior improviso que já fez para reutilizar um material?
Sou grande fã de paletes. Não raras vezes, vejo uma palete abandonada, paro o carro, abro o porta bagagens e levo-a para casa. Já fiz várias peças (caixas, prateleiras, tampos de mesa, suportes para velas) com esta madeira. Depois de limpa e lixada, fica bonita e perfeitamente reutilizável.

Uma das suas outras paixões é a cozinha. O que costuma fazer para evitar o desperdício alimentar?
Aproveitar ao máximo todos os alimentos. O talo dos coentros (que muita gente deita fora) é cheio de sabor e pode e deve ser usado. Por exemplo, num caldo de legumes. Tritura-se e o sabor está lá todo. Os restos de peixe e de carne fazem bons caldos que podem ser congelados e utilizados em guisados, ou estufados.

E quanto aos outros resíduos, faz a sua devida separação? Se sim, desde quando? Sente dificuldade ao fazê-lo?
Faço desde há muitos anos. Lá em casa chamam-me a nazi da separação do lixo. Ai de quem misture papel ou cartão com plástico ou com vidro! Também guardo o óleo usado e levo-o para o devido contentor. As pilhas vão para o pilhão, e por aí fora.

Quais são, para si, as vantagens de reciclar?
Antes de mais, tenho um grande respeito pelo planeta. Achar que aquilo que fazemos diariamente não tem impacto no ambiente é um grande erro e um assobiar para o lado que não faz sentido nenhum, porque, supostamente, já estamos todos bem informados sobre os erros que temos vindo a cometer.

De que forma usa a voz para passar uma mensagem mais sustentável a quem segue o seu trabalho
Falo, muitas vezes, no meu programa de rádio sobre as práticas de separação de lixo que temos lá em casa. E já recebi feedback de quem se sentiu inspirado por mim a fazer o mesmo 🙂

Três boas práticas que não abdica na sua rotina.

  • Levar sempre sacos de casa quando vou ao supermercado (cada vez uso mais sacos de pano);
  • Pôr toda a fruta e legumes no mesmo saco, em vez de usar um saco para cada coisa;
  • Usar a água de lavar a fruta e os legumes para regar as plantas lá de casa;
  • E, brevemente, quero começar a fazer compostagem.

Subscrever Newsletter